02/12/09

Gaivota...

7 comentários:

Sentidamente disse...

Monotonia e solidão… desvanecem-se quando olhamos com “olhos bem abertos” para além do que o simples olhar capta. É então, que pequenos nadas, tão vulgares, como o cheiro da maresia e o grito da gaivota, revelam “segredos encobertos”, e oferecem significações mais profundas que preenchem vazios e alimentam sonhos…

Sonhadora disse...

Muito belo, muita sensibilidade...adorei.
Um beijo
Sonhadora

Beatriz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Isabel disse...

É essa capacidade de sonhar que faz avançar o mundo..


..ele pula e avança..como bola colorida ..entre as mãos de uma criança..



Um abraço

teresa disse...

A gaivota está ali para te amar, para te alegrar e para te fazer companhia...

Gaivota que te inspirou para escreveres este texto tão bonito.

Beijo com carinho :)

Sol da meia noite disse...

A calma da baía...
Esse cheiro a maresia que te inebria...
E essa gaivota, gritando o amor... querendo amar-te...

Meu amigo, sorri para a vida que te sorri :-)
Voa nas asas dessa gaivota...


Um dia lindo e um beijinho de muita amizade *

Graça disse...

Essa tua baía, querido Sérgio, é verdadeiramente inspiradora.


Todos os sonhos são de encantar...


Um beijo imenso de carinho.